Suiça / Lago Genebra

A lista que se segue representa os Cantões suiços sublinhados.

Genebra
O Cantão de Genebra, com 282 km2, tem uma população aproximada de 420.000 habitantes. É membro da Confederação Helvética desde 1815. O cantão está fortemente ligado a França economica e socialmente. Algumas cidades-dormitório em França se formaram em redor de Genebra. Na verdade, Genebra tem apenas 4 kms de fronteira com o cantão vizinho do seu país contra 108 kms de fronteira com França.

Genebra é a segunda maior cidade da Suiça com uma área metropolitana de 471.000 habitantes. Fica no extremo oeste da Suiça junto ao Lago de Genebra e portanto, na encruzilhada das rotas do centro da Europa. Desde sempre Genebra foi uma cidade de negócios, de espírito aberto e de grande sensibilidade internacional. Em 1919, Genebra ficou com a sede da Sociedade das Nações e desde então tem atraído muitas organizações internacionais incluindo organizações não- governamentais.
Genebra fica na margem do Lago de Genebra (ou Lac Léman em francês) e por ela passa o Rio Ródano (Rhône). Tem um centro histórico majestoso cujo coração se situa na Place de la Taconnerie onde fica a Catedral de St. Pièrre do século XIII. Com muitos bairros de grande classe e edifícios nobres, Genebra atrai muita gente de todo o mundo para as organizações aqui localizadas, como a Cruz vermelha ou as Nações Unidas. O ex-libris de Genebra é o enorme jacto de água que efusivamente se levanta do Lago a uma altura de 130 metros.

 

Vaud
O Cantão de Vaud, com 3212 km2, tem uma população aproximada de 632.000 habitantes. Lausanne é a capital administrativa. Outras cidade conhecidas são Montreux ou Vevey. É membro da Confederação Helvética desde 1803.

Lausanne tem uma população de 116.000 habitantes e é a segunda maior cidade francófona da Suiça. Lausanne é uma cidade de colinas à beira do Lago de Genebra. No centro, a Praça St. François domina a colina conhecida como o Bourg, onde abunda o comércio. Mais para norte fica o centro histórico onde a Catedral de Notre-Dame se destaca, um dos mais belos monumentos góticos da Suiça, de 1275. A vista dos Alpes Savoy são também uma constante na cidade.

Montreux é uma cidade de 22.000 habitantes à beira do Lago de Genebra. Foi e é uma estância balnear de reputado charme. É famosa mundialmente pelo Festival de Jazz. A 3 km fica o magnífico Chateau de Chillon.

Chateau de Chillon é uma das maiores atracções históricas da Suiça, em Villeneuve, 3 km a sul de Montreux. Este castelo do século XIII foi construído, onde já existia uma residência, pelos Condes de Savoy. De facto, foram os engenheiros e arquitectos de Pièrre de Savoy (1203-1268) que deram ao castelo o aspecto que tem hoje. É um dos mais bem preservados castelos medievais da Europa.

Les Diablerets é uma estância de desportos de Inverno situado num conjunto de montanhas dos Alpes Vaudoises. Subindo no sistema de teleféricos ao cume chega-se a uma altitude de 3209 m. Daquelas altitudes escorrega o Glaciar Les Diablerets cujo motivo de orgulho é o ski de Verão. De facto existe neve junto ao Glaciar e por isso o ski dura todo o ano.

A região oeste da Suiça fica no coração da Europa, com fáceis ligações a norte dos Alpes, a toda a Alemanha e França. A sul dos Alpes os acessos são mais escassos mas os actuais túneis que atravessam os Alpes já permitem ligações rápidas a Itália. O sistema ferroviário suiço é famoso por ser um dos melhores do mundo e a rede de auto-estradas também é excelente apesar das barreiras naturais. Genebra fica a 64 kms de Lausanne, 166 kms de Berna, 287 kms de Zurique, 547 kms de Paris e 795 kms de Barcelona.
Genebra tem um dos dois Aeroportos internacionais da Suiça.

Comentários

O seu endereço de email não será publicado.