Reino Unido / Irlanda do Norte

A Irlanda do Norte tem uma superfície de 13.576 km2, uma população de 1,685 milhões de habitantes e é formada pelos condados de Antrim, Armagh, Down, Fermanagh, Londonderry e Tyrone. A capital da Irlanda do Norte é Belfast que tem um porto com acesso ao North Channel. O território é caracterizado pelas verdes planícies, mas também há 3 áreas montanhosas, a noroeste, sudeste e o planalto de Antrim junto à costa nordeste. O Lough Neagh é o maior lago das ilhas britânicas com 390 km2.

A Irlanda do Norte é um dos territórios que integram o Reino Unido. Quando o Estado Livre da Irlanda (mais tarde República da Irlanda) foi fundado, num tratado de 1921 com a Grã-Bretanha, 3 dos 9 condados que constituíam o Ulster integraram a nova nação e 6 foram integrados no Reino Unido, província da Irlanda do Norte. Estes 6 condados estavam mais ligados à Grã-Bretanha pela predominância do cristianismo protestante introduzido pelas colonizações de escoceses do século XVII que trouxeram o presbiterianismo. Em 1949 a Irlanda torna-se numa República e a Grã-Bretanha atribui novos direitos constitucionais à província da Irlanda do Norte e ao seu parlamento. No entanto, a partir dos anos 1960 surge novamente o descontentamento dos católicos da Irlanda do Norte e a violência do IRA reacende-se e nos anos 1970 começam os atentados terroristas contra forças militares britânicas e também população civil culminando na resposta britânica que matou 13 católicos no famoso “Bloody Sunday” em 1972. Meses depois o governo britânico impôs a administração do território de Londres, suspendendo o parlamento regional dominado pelos unionistas (protestantes), mas os atentados do IRA continuaram e alastraram para a própria Inglaterra enquanto os unionistas são acusados de atentados em Dublin e em locais católicos da Irlanda do Norte. A violência perdura até 1994 quando o IRA declara um cessar-fogo. Em 1996 os atentados regressam a Londres e Manchester. Em 1997 com novo cessar-fogo, o Sinn Fein (braço político do IRA) é admitido nas negociações de paz que culminam com o acordo final de Abril de 1998, conhecido como “Good Friday Agreement”, que foi assinado pelos governos irlandês e britânico e todos os partidos políticos da Irlanda do Norte. No entanto os problemas prosseguem apesar da paz e tem sido difícil que os governos eleitos funcionem em tranquilidade.

 

Condado de Antrim
Antrim é o condado mais populoso da Irlanda do Norte onde se situa a capital Belfast.

Belfast é a capital da Irlanda do Norte e tem 280.000 habitantes. Fica situada numa baía chamada Belfast Lough que dá acesso ao North Channel. Este canal no oceano separa a Irlanda da Escócia. A maior atracção arquitectónica é sem dúvida a imponente Câmara Municipal de 1906 em estilo renascentista clássico. O Castelo de Belfast do tempo dos normandos foi destruído e o seguinte do século XVII ardeu, dando lugar a um bonito edifício de 1870 que merece uma visita. Belfast tem também inúmeros parques, museus e uma universidade com 150 anos.

Old Bushmills Destillery é a mais antiga destilaria de whisky do mundo com licença. Desde 1608 que produz legalmente o famoso whisky irlandês Bushmills. Tem um acolhimento a visitantes que permite aprender sobre a história do whisky e sobre os seus processos de produção cuja característica é a destilação 3 vezes, ao contrário dos whiskys escoceses que são destilados 2 vezes e os americanos (bourbon) 1 vez. Fazendo a visita guiada à destilaria observa-se também as enormes adegas onde o whisky envelhece no mínimo 3 anos por lei (whisky novo) em pipas que já envelheceram o vinho do Porto e outros licores. Por fim, a visita termina com as provas da “água da vida” (significado da palavra gaélica que derivou em “whiskey”).

Giant’s Causeway é uma formação geológica na costa norte da Irlanda do Norte constituída por 40.000 colunas de basalto com formas poligonais muitas vezes perfeitas e colocadas lado a lado assemelhando-se a uma calçada para gigantes. Tem uma beleza rara junto ao mar e é estrondoso o facto da sua existência ser natural e justificada pela geologia, mas mantém um mistério secular derivado da aparente artificialidade que dificilmente faria imaginar que não há ali mão humana. Por tudo isto atrai milhares de turistas e é classificado como Património Mundial. Em Giant’s Causeway existe um Centro de Visitas que é uma espécie de museu com alguns serviços de apoio. Existem também inúmeros trilhos ao longo da costa que podem ser exploradas obtendo fantásticos panoramas da costa e da formação geológica.
Giant’s Causeway gerou desde sempre grande admiração pelo carácter misterioso e lendário da formação rochosa. De facto, diz a lenda irlandesa que Finn Mac Cumhail, sábio e mágico chefe dos antigos guerreiros celtas Fianna, depois de comer o “salmão do conhecimento” tornou-se gigante. Para poder enfrentar Benandonner, um dos seus rivais gigantes que vivia na Escócia, Finn transformou rochas em colunas de uma calçada que construiria até à Escócia. A explicação geológica para esta formação diz que na região de Antrim pré-histórica havia actividade vulcânica. As rochas de basalto que saíram de uma erupção deixaram estas fantásticas colunas, na maioria hexagonais, mas também com mais ou menos arestas.

Portrush é uma simpática cidade costeira no norte, situada numa península, que oferece vistas fantásticas de Donegal, Dunluce Castle e o início de Giant’s Causeway. Tem praias lindíssimas que contrastam com os campos verdes.

 

Condado de Londonderry (Derry)

Londonderry (Derry) é a segunda maior cidade da Irlanda do Norte com 72.000 habitantes. Fica situada no estuário do Rio Foyle. É uma cidade antiga com muralhas do século XVII. A catedral gótica de St. Columb também data do século XVII. Derry foi palco dos principais problemas que ocorreram entre católicos e protestantes nas últimas décadas pois é a maior cidade católica num país onde os protestantes são mais numerosos e governam. Esta cidade já se estendeu pelas duas margens do rio em bairros por vezes com ruas inclinadas que oferecem excelentes panoramas das suas colinas.

Belfast tem um aeroporto com bastantes ligações regulares com o resto do Reino Unido e com charters de Verão para países mais quentes. Por mar, Belfast tem ligações a Liverpool. Pela via terrestre, uma vez que a Irlanda é uma ilha, pode-se chegar a qualquer cidade pelas estradas e ferrovias. De comboio pode chegar-se a Londonderry e a toda a República da Irlanda via Dublin. A rede de auto-estradas na Irlanda não é famosa. Belfast fica a 113 kms de Londonderry, 163 kms de Dublin, 414 kms de Cork e 717 e 173 kms de Londres e Glasgow respectivamente, utilizando a travessia marítima de Larne para Stanraer na Escócia.

Comentários

O seu endereço de email não será publicado.