Cambodja / Angkor

Angkor foi a capital do Império Khmer que floresceu entre os séculos IX e XV e chegou a ter 1 milhão de habitantes no seu apogeu entre os séculos XI e XIII. O complexo de Angkor é imenso ainda hoje com uma área de 40.000 hectares ou 400 km2. 
O reinado Khmer em Angkor começou em 802 DC com o rei hindu Jayavarman II e terminou no século XIV com o controle pelo Reino Thai de Ayutthaya.
As ruínas de Angkor estão situadas no meio de florestas e campos de cultivo a norte de Siem Reap. São mais de mil templos de várias dimensões que têm sido restaurados ao longo dos anos, desde os mais pequenos ao enorme Angkor Wat que é considerado o maior templo do mundo. Todo o complexo é classificado como património mundial e é visitado por 2 milhões de pessoas por ano. Angkor é também considerado por muitos uma das maravilhas do mundo moderno. A cidade tinha um complexo sistema de fornecimento de água à população em grandes lagos artificiais e canais que recolhiam a água na época das chuvas.

O reinado de Angkor começou em 802 quando o Rei Khmer Jayavarman II anunciou a independência do Cambodja de Java e estabeleceu a sua capital em Hariharalaya, actualmente conhecido como Rolous,a pouco quilómetros de Angkor. Com um programa de campanhas militares, alianças e casamentos, ele conseguiu a unificação do país que tinha fronteiras a norte com a China, Champa a leste e Myanmar a oeste. Jayavarman II declarou-se monarca universal seguindo o culto hindu de Siva e com o epíteto de Rei Deus. Em 889 o Rei Yasovarman construiu uma nova cidade Yasodharapura (Angkor) centrada em redor do seu templo principal na colina Phnom Bakheng. Nos 300 anos seguintes, entre os séculos X e XII, o Império Khmer construiu algumas obras-primas da arquitectura antiga numa área de 24 km de oeste a leste e 8 km de norte a sul. O famoso templo de Angkor Wat foi construído entre 1113 e 1150 pelo Rei Suryavarman II como um templo hindu devotado a Vishnu. Com a morte deste nesse ano, os vizinhos Cham tentaram invadir Angkor mas o novo príncipe que se tornaria Jayavarman VII derrotou-os. Em 1181 foi coroado e viria a ser o Rei mais querido de sempre. Iniciou a mais extraordinárias construções de Angkor com a cidade fortificada de Angkor Thom e o templo de Bayon no seu interior, assim como os templos de Ta Phrom e Preah Khan. Este período coincidiu com a transição do hinduismo para o budismo mahayana sendo essa a crença pessoal do rei. Os templos hindus foram alterados para incluir imagens do Budha. Após a sua morte regressou o hinduismo, mas acabou por reinar o budismo theravada até ao declínio do império. O fim do grandioso Império Khmer costuma ser estabelecido em 1431 com uma invasão de larga escala pelo reino de Ayuthaya. Nessa altura Angkor foi abandonado excepto o templo de Angkor Wat que manteve o interesse ao longo da história. Em 1586 Angkor Wat foi visitado pelo primeiro europeu, o português António da Madalena. Mas só no século XIX com a chegada dos franceses renasceu o interesse arqueológico e histórico pelo complexo de Angkor e o Império Khmer.

As principais construções descritas à frente nesta página são:
Angkor Wat / Angkor Thom / Bayon / Ta Phrom

Outros templos de grande interesse também descritos:
Preah Khan / Pre Rup / Phnom Bakheng / Neak Pean

Angkor Wat
É o maior monumento religioso do mundo cobrindo uma área de 163 hectares. A sua muralha exterior tem 3,6 km e o fosso de água 5 km em redor do templo. Foi construído pelo Rei khmer Suryavarman como um templo hindu para devoção a Vishnu. Angkor Wat é a construção mais famosa de Angkor e a mais visitada. Actualmente estima-se que 2 milhões visitem anualmente o templo  face aos 7650 de 1993. Existe actualmente um ritual entre os visitantes de ver o nascer-do-sol em frente ao templo. A sua silhueta está estampada na bandeira do Cambodja. Com a transição para o budismo ocorrida no reinado de Jayavarman VII, foram incorporadas imagens de Budha e a devoção a Budha permanece até hoje.

Angkor Thom
Foi estabelecida pelo Rei Jayavarman VII como a capital do Império Khmer, uma cidade rodeada por muralhas numa área de 9 km2. Os historiadores acreditam que a cidade de Angkor Thom atingiu 150 mil habitantes no seu auge, uma época em que toda a cidade de Angkor atingiu um milhão de habitantes, comparando com Londres, por exemplo, nesta altura que não chegaria aos 50 mil. O próprio nome significa “Grande Cidade”. No centro da cidade estava o templo budista Bayon que será descrito em destaque de seguida. Como já referido, a cidade era rodeado por muralhas com 8 metros de altura num quadrado de 3 km de lado formando uma área de 9 km2 cercada por um fosso. Os portões de acesso são cinco, representam os pontos cardeais com mais o Portão da Vitória 500 m a norte do Portão Este. Cada um destes portões tem 23 metros de altura e apresenta uma face de Budha à semelhança do Templo Bayon, criando a mesma dúvida de a face de Budha era a face do próprio Rei Jayavarman VII. Do Palácio Real que foi construído no século XI e usado até ao século XVI existem muito poucos vestígios em ruinas. Foi construído pelo Rei Suryavarman I. O Terraço dos Elefantes tem 350 metros de comprido e estava junto ao Palácio, era usado em cerimónias pelo Rei Jayavarman VII para ver os seus exércitos que regressavam vitoriosos. O Templo Baphuon foi construído no século XI como um templo-montanha de 34 m de altura para adoração ao Deus hindu Shiva. Tinha 120 metros de comprimento este-oeste e 100 norte-sul, construído em 3 níveis. No século XV foi convertido em templo budista.

Templo Bayon foi construído no final do século XII e início do XIII como o templo de estado do Rei Jayavarman VII. Apresenta 216 faces de Budha de grandes dimensões e com olhar sereno e feliz. Alguns historiadores têm a teoria que as faces são do próprio Rei que era budista mahayana e que se considerava um rei Deus. Depois da morte de Jayavarman VII o templo passou a ser hindu e novamente budista consoante as crenças do reis que se sucederam.

Ta Phrom é um templo budista que foi fundado pelo Rei Jayavarman VII como um mosteiro e universidade, também no século XII e XIII à semelhança do Bayon e com o nome de Rajavihara. É uma das construções mais famosas entre os turistas devido à incursão feita pela natureza nas paredes do templo, com raízes de grandes dimensões a entrelaçarem-se nas pedras. É também conhecido entre os guias como o “Tomb Raider” porque o filme com esse nome e protagonizado por Angelina Jolie teve cenas ali filmadas. Fica a cerca de 1 km a este de Angkor Thom.

O templo Preah Khan é um templo semelhante a Ta Phrom, construído também no século XII pelo Rei Jayavarman VII como homenagem ao seu pai. O templo era relativamente simples com uma sucessão de galerias retangulares e um altar budista no meio. Foi complicado pelos sucessivos reis com vários pequenos templos anexos hindus e outras adições. Também à semelhança de Ta Phrom foi deixado em grande parte por restaurar devido à incursão da selva com as raízes de árvores a invadir as paredes do templo.

Pre Rup é um templo hindu imponente que foi construído no século X pelo Rei Rajendravarman. O nome do templo significa “roda o corpo” e acredita-se que fosse destinado sobretudo a cerimónias crematórias em que as cinzas do corpo iam sendo projectadas em várias direcções. O templo é dedicado ao Deus hindu Shiva e era um templo-montanha com uma disposição semelhante a Baphuon, com vários níveis piramidais. Tem um muro exterior com 127 m por 116 e protege 5 torres na entrada principal. Segue-se um muro interior com 87 m por 77. A construção principal no centro é uma pirâmide em 3 níveis com 50 m de lado na base e 35 m no topo numa altura de 15 m. No topo há 5 torres dispostas em quincunce (4 nos cantos e uma no centro). As escadarias são guardadas por leões.

Phnom Bakheng é um templo-montanha hindu dedicado a Shiva que foi construído no século IX durante o reinado do Rei Yasovarman. Fica situado no topo de uma colina que permite uma vista previligiada de Angkor Wat ao pôr-do-sol, o que atrai muitos visitantes ao fim da tarde. Este templo foi construído como o templo central da nova capital Yasodharapura que o rei mudou de Hariharalaya (Rolous) devido à proximidade com o lago Tonlé Sap e as frequentes inundações na época das chuvas. Este templo é um dos três no topo de colinas que o rei construiu na região para obter protecção no triângulo. Phnom Bakheng é uma representação do Monte Meru, a casa dos deuses hindus, numa colina com 65 metros de altura. O templo é uma pirâmide de 7 níveis que representam os 7 céus. Mais tarde foi convertido num templo budista. Do alto do templo tem-se uma vista fantástica de todo o complexo arqueológico de Angkor, da cidade de Siem Reap e dos campos de arroz.

Neak Pean é um templo budista construído numa ilha artificial no lago também artificial (ou reservatório) Jayatataka Baray. Foi construído no século XII pelo Rei Jayavarman VII com um objectivo medicinal de curar doenças através do equilíbrio proporcionado pelos 4 elementos das 4 piscinas – água, terra, fogo e vento. Estas ligam-se à piscina central por uma conduta de pedra presidida pelos 4 grandes animais – elefante, touro, cavalo e leão.

Comentários

O seu endereço de email não será publicado.